As maiores marcas prometem descontos acima dos aplicados após o corte do IPI.

As três maiores montadoras do País, Fiat, Volkswagen e General Motors, realizam feirões neste fim de semana para desova de estoques e usam como chamariz a redução dos preços após o pacote de incentivos às vendas anunciado pelo governo na segunda-feira.

As medidas incluem redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) – que, para os modelos 1.0 nacionais, foi zerado – e desconto extra de 2,5% por parte das montadoras, o que resulta numa queda de cerca de 10% nos preços das tabelas sugeridas pelas fabricantes.

Para modelos com motor flex acima de 1.0 até 2.0, o corte do IPI foi de 5,5%. Também houve redução de 2,5% do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nos empréstimos.

Fiat e Volkswagen anunciam preços ainda mais baixos do que a tabela já corrigida após o pacote. Até segunda-feira, um modelo popular custava R$ 26,8 mil e, após a medida, passou a ser cotado na tabela a R$ 24,1 mil. A Fiat oferece ainda juro zero para o financiamento. No caso do Uno, a proposta é de entrada de R$ 11,5 mil e 12 parcelas de R$ 1.029,80, mas a empresa ressalta que o financiamento está “sujeito a aprovação de crédito”.

Na Volkswagen, o preço do feirão é 17% inferior ao de antes do pacote.  No feirão da GM, na fábrica de São Caetano do Sul, todos os modelos da linha são anunciados pelos preços de tabela após a redução acertada com o governo, mas a empresa avisa que os 28 concessionários presentes poderão oferecer descontos extras.

(Fonte)